Uma questão de SIM ou Não

admin Artigos Leave a Comment

Uma questão de SIM ou Não

Por Almir J. Nahas(*)

 

Eu observo as pessoas à minha volta. E observo o poder das palavras e seu efeito prático na vida delas  e na minha.

Existem as pessoas NÃO, aquelas que se pautam pelo que elas não querem que aconteça, o que elas não gostam, o que elas preferiam que não existisse. Essa palavra é curtinha, mas não se iluao. O que aprendo é que as pessoas NÃO estão fugindo de alguma coisa, estão com medo, fazem escolhes mais pobres, baseadas no que não querem. São movidas pela indignação contra algo ou alguém. O não fecha uma porta, muitas vezes restringe a visão, deixa de considerar possibilidades.

Eu observo a expressão facial e corporal das pessoas NÃO. Elas fecham a cara, encurtam a respiração, tensionam os ombros. As pessoas não estão presas ao que rejeitam, temem ou excluem. Estão procurando a felicidade olhando para o que não querem. Em casos extremos, são tristonhas, cercadas de assuntos que despertam suas críticas, são infelizes. Convivem com problemas.

E existem as pessoas SIM. Uma palavra curta, mas não se iludam: até para ser dito, o SIM esboça um sorriso. São pessoas solares, lunares, saturnianas, que olham para onde querem ir e se movimentam na direção de seus sonhos. São inclusivas, normalmente consideram outras possibilidades que vão além de suas certezas, tocam a vida com mais leveza. Mesmo vivendo dificuldades, são mais persistentes, mais atentas às diversas alternativas que a vida oferece, estão sempre procurando a solução. Pessoas SIM reconhecem, encaram e convivem com o medo, mas diante dele se mantém ativas, atentas e cautelosas, se mantém andando pra frente.

Por ser um observador do efeito que as palavras têm na vida das pessoas à minha volta, eu busco ter cada vez mais consciência das minhas escolhas. Cada vez que, descuidadamente, uma frase minha, ao expor uma ideia, um objetivo ou uma avaliação, começa com um NÃO, e eu percebo isso, eu refaço a frase e recomeço com um SIM.

Manter um NÃO pode ser desgastante. Trocar por um SIM pode ser libertador. Experimente fazer uma pequena lista de 3 coisas que você quer para o dia de hoje. Se alguma das frases começar pelo NÃO, reescreva procurando uma forma de começar pelo SIM. Experimente usar conscientemente sua palavra para direcionar seu pensamento para afirmações, ao invés de colocar foco nas negações. É um treino. Treine por alguns dias e observe os resultados. Aguardo suas considerações!

 

(*) Almir J. Nahas é jornalista, facilitador e instrutor de Constelações

Familiares e Organizacionais.

Deixe uma resposta